terça-feira, 18 de novembro de 2008

Filmes gays são proibidos na Índia


Hoje falarei sobre um tema polêmico para a maior democracia do mundo: a homossexualidade. E focarei esta questão naquilo que este blog se propõe falar, que é o cinema indiano.


Algumas pessoas já me perguntaram sobre filmes gays indianos e sei que a Prof. Sandra Bose (do blog Indi(a)gestao) também já foi alvo destas perguntas. A resposta direta e objetiva é que não há filmes que tratem sobre a homossexualidade na Índia simplesmente porque a homossexualidade é crime. E como as indústrias de cinema indiano - lideradas por Bollywood - são as grandes responsáveis pelas mudanças culturais daquele país, o governo "democrático" da Índia censura fria e duramente qualquer coisa que possa se assemelhar a isso.


E olha que lá há, sim, muita homossexualidade. Basta ser um homem ocidental e com corpo, digamos, sarado, que você sentirá na pele a presença deles. Sim, na pele, com encoxadas e afins em qualquer local que esteja lotado na Índia (que vocês sabem, não são poucos). E já apresentei a Deepa Mehta pra vocês, embora ainda não tenha feito a sinopse de seus filmes. O segundo de seus filmes da trilogia dos elementos trata justamente da homossexualidade entre duas mulheres indianas. E quem disse que esse filme pode ser encontrado na Índia?


Bom, mas eu resolvi escrever esta postagem hoje por causa de um artigo que encontrei falando justamente de um filme que seria lançado na Índia agora e que abordaria, bem sutilmente, essa questão. Mas o filme foi proibido de ser veiculado, a não ser que seja retirado 70% de seu conteúdo! O que mais me chamou a atenção é que nem a presença de dois semi-deuses bollywoodianos no elenco não bastou para o filme ser liberado. São principais personagens nada mais que Abhishek Bachchan e John Abraham. Vejam a seguir o artigo na íntegra:

Lado de Fora

Filmes com temática gay são banidos da indústria de cinema indiana
Por Sérgio Oliveira

Pior dos que os gays caricatos notados no cinema de Hollywood, é não existir nenhum gay na sua cópia indiana, apelidade de Bollywood. Na Índia, vários pedidos são apresentados na Suprema Corte contra filmes que demonstram qualquer tipo de conotação homossexual.

Bollywood é indústria emergente da Índia, que tenta copiar a essência dos filmes americanos. No entanto, na questão de moralismo, os cineastas e a opinião pública vencem de longe a americana.

O último filme vítima desse preconceito desenfreado foi "Dostana". O longa é o primeiro com o tema de comédia-gay e não poderá ser mostrado em nenhuma sala da Índia nem do Paquistão. Com um roteiro similar ao filmes americanos, "I Now Pronounce You Chuck and Larry" só será comercializado se retirar aproximadamente 70% de seu conteúdo. No roteiro, não há nenhuma relação homossexual, mas sim uma tentativa entre amigos que fingem ser um casal para trapacear os agentes da imigração e poder ficar em Miami. O único momento "forte" do filme é um selinho entre amigos.

"Dostana é um tipo engraçado de filme que pode pavimentar para que tenhamos, futuramente, filmes como Brokeback Mountain", afirmou o diretor Karan Johar. "É uma produção toda centrada em Miami, pois não faria sentido em filmarmos na Índia sendo que conduta homossexual não é permitida.

A proibição da livre arte cinematográfica nestes países é um reflexo das resoluções que determinam que gays sejam punidos pela sua orientação sexual. As leis que governam Índia e Pasquistão foram feitas sob o domínio britânico.

15 comentários:

Lígia disse...

É péssimo
Péssimo esconder uma realidade, sabe? como vc disse eles tb tem homossexuais, não adianta falar que proibe pq isso so torna as coisas mais complicadas e piores.
Na verdade é uma pena. Uma pena que os indianos sofram com esse tipo de "democracia"

sheila alvarenga gogoi disse...

Oi Ibirá!

Pois é, o governo só faz piorar as coisas, reprimindo estes filmes. A boiolagem já está escancarada em qquer canto q se vá na Índia: homens andando de mãos dadas, se abraçando com ardor, sentando no colo dos outros, viajando em enormes turmas só de homens... com tanta repressão no contato homem-mulher, só podia dar nisso mesmo!

A pergunta que não quer calar: vc foi encoxado???? rsrsrsrsrsrs

Ibirá Machado disse...

Haha... eu não fui encoxado não, Sheila, mas por um simples motivo: sou magrelo demais! Mas lógico que muitos homens indianos me olhavam além da conta, e não sei dizer se isso era por conta do "efeito ET" ou se era por segundas intenções... :p

Profª Sandra Bose disse...

Ibirah,
Fui assistir ao filme DOSTANA, este fim de semana la em Agra.
MUITO divertido hehehehehe adorei, eh uma boa comedia e no final o jeito que o John Abrahan cata o Abishek pra dar um beijo na boca foi tudibom ;)
Pena que nao foi beijo de verdade nao, so truque (mal feito) de camera.

Sérgio disse...

Tive a oportunidade de assistir nese final de semana ao filme DOSTANA, na realidade não vi nenhum contra nesse filme, pois, achei que ele trata mais da LEALDADE ENTRE AMIGOS (apesar de se conhecerem a pouco tempo).
Que o amor carnal, também pode se tornar um amor digamos "espiritual" o que nos torna amigos, gostei muito e a mensagem que o filme deixa muito o que se pensar (tem drama, comédia, amor, traição, ou seja de tudo um pouco). Realmente um filme muito bom, claro dependendo dos olhos de quem assisti.
Obrigado e boa semana a todos.

Ibirá Machado disse...

Eu que super agradeço esse seu comentário! :)

Sérgio disse...

Caro Ibirá... não entendi o por que do meu comentário, você pode expllicar.
Obrigado

Ibirá Machado disse...

Oras, você concluiu seu comentário com um "Obrigado e boa semana a todos". Para mim, proprietário desse blog, é muitíssimo gratificante receber comentários dos leitores, PRINCIPALMENTE quando o comentário vem com uma opinião própria, que só faz enriquecer a qualidade deste blog.

Por isso, você não precisa agradecer, pois eu me sinto ainda mais grato pelo comentário! ;)

Sérgio disse...

Eu já assisti o DOSTANA e JODHAA AKBAR, por acaso teria alguma sugestão de filme?
Obrigado

Ibirá Machado disse...

Eu te aconselho o seguinte: aqui na coluna ao lado, há a opção "Filmes Indianos". Clicandon lá, você poderá ver todas as postagens de todos os filmes que já falei aqui no blog Cinema Indiano. Mas obviamente que a minha maior e indispensável recomendação é o filme Taare Zameen Par. É obrigatório! :)

Sérgio disse...

Vou assistir e depois te conto o que achei.

Ibirá Machado disse...

Ótimo! Vou esperar! :)

Anônimo disse...

Interessante não sabia dessas informações , hoje assisti o filme saawariva gostei muito não conhecia, o ator principal, é muito sex, que cara bonito, na cultura deles é proibido, mas vejo que este tema ocorre a milênios por lá, existem gravuras antigas tratando disso, querem é tampar o sol com a peneira, algo que já está e muito digamos:"ESCANCARADO".
Como a represão é muita, outro dia bati um papo com um cara em chat ele é do Marrocos disse que por ter muito homem por lá e repressão a mulher isso acaba ocorrendo e eles gostam, disfarçam, mas ocorre escondido.

Ibirá Machado disse...

Olá, obrigado por seu comentário! De fato, isso tudo faz parte da realidade indiana. De quando eu fiz essa postagem para hoje, algumas coisas mudaram na Índia em pouco mais de um ano. De lá pra cá, o homossexualismo não é mais considerado crime, como antes era, e alguns filmes já começaram a aparecer abordando o tema, como o próprio Dostana que já havia sido anunciado aqui. Depois eu acabei descobrindo um filme indiano por fora do circuito de Bollywood que já tinha tratado do tema de maneira muito bonita.

Espero te ver mais vezes por aqui!

sofia martínez disse...

Como nojento que nenhuma censura sobre estas questões, em suma, não há dúvida de que o cinema gays é bastante preciso, embora, por vezes, é um pouco vulgar, do meu ponto de vista.