domingo, 16 de agosto de 2009

Shahrukh Khan é detido em aeroporto dos Estados Unidos

-
Neste sábado aconteceu um fato que deixou a Índia perplexa e muitos de vocês não entenderão o porquê. Trata-se da retenção do mega-astro-semi-deus do cinema indiano, Shahrukh Khan, no aeroporto de Newark, em Nova Jérsei, neste sábado (15/08). Sharukh Khan é simplesmente o ator mais importante de Bollywood no momento, e quem ainda não entendeu que ser um mega-astro de Bollywood significa ser um semi-deus, pois entenda agora.

As autoridades aeroportuárias de Newark certamente agiram de maneira um tanto xenofóbica devido ao nome Khan, muçulmano, do ator, aparentemente desconhecido por eles. O ato é um tanto polêmico num mundo regido pelo medo; nós mesmos, brasileiros e cheios de rótulos impostos pelo autoentitulado "centro do mundo", sabemos um pouco do que se trata isso.

Mas ao invés de eu mesmo elaborar toda uma nova postagem sobre esse assunto, decidi mais uma vez passar aqui pra vocês o que foi escrito no blog Grand Masala:

"É um facto que o nosso blog contém basicamente informações sobre filmes e espectáculos e que raramente focamos notícias da actualidade. Mas esta eu não posso deixar passar.

No dia de ontem, o actor indiano Shah Rukh Khan foi detido durante duas horas no aeroporto de Newark, juntamente com um dos seus assistentes, porque ambos partilham um nome que consta na lista de potenciais passageiros perigosos (leia-se "terroristas") em vigor nos aeroportos americanos: Khan.

Ora o nome Khan é tão comum para um muçulmano como "Silva" ou "Pereira" é para um português [Nota do Ibirá: e brasileiro!]. Para aumentar o ridículo da situação, o actor não teve sequer direito a um telefonema, só tendo conseguido contactar a embaixada indiana muito depois de ter sido detido inicialmente. E isto apesar da presença de várias pessoas que garantiam conhecê-lo dos seus filmes.

Sobre este assunto, a actriz Priyanka Chopra fez o seguinte comentário: "Chocante, perturbador e vergonhoso. É este tipo de comportamento que fomenta o ódio e o racismo. SRK é uma figura mundial, pelo amor de Deus. Tenham juízo!"

Será este episódio sintomático da execrável islamofobia americana? Sem dúvida. E nós aqui no Grand Masala detestamos esse tipo de coisas..."

E nós, no Cinema Indiano, detestamos também.

9 comentários:

mercurioretrogrado disse...

O SRK inegavelmente é uma "figura mundial", mas nao é tao conhecido nos EUA. Mais triste do que a detençao de um astro, que terá mais chances de esclarecer os fatos em algum momento (sem citar que a detençao terá uma imensa repercussao mundial), é a detençao da gente "normal", dos trabalhadores honestos que sao maltratados pelas autoridades dos controles de imigraçao em todo o chamado "Primeiro Mundo", por terem um sobrenome determinado, uma nacionalidade determinada, uma cor determinada ou uma aparência determinada. Nao nos esqueçamos de que muitas vezes essas pessoas sao maltratadas pelos funcionários da embaixada do seu próprio país. Neste caso, o SRK, pelo menos, pôde mover a metade do mundo com uma ligaçao para a embaixada. Eu imagino a quantidade de Khans que sao deixados de lado pelos diplomatas indianos dia após dia...
Mas, sim, eu entendi o conteúdo da publicaçao do blog, e achei a detençao do SRK lamentável.

Abraços,
Bru Lyrio.

Ibirá Machado disse...

Sim, eu acho que, na verdade, ninguém deveria esperar que SRK fosse conhecido pelos guardas do aeroporto. Todos sabemos que o cinema indiano fecha-se a si mesmo e se os EUA hoje é um bom mercado para Bollywood isso se deve apenas à imensa comunidade indiana de lá.

O único problema que existe aqui diz respeito mesmo à xenofobia e ao absurdo de se temer uma pessoa simplesmente por seu sobrenome. SRK teve sorte, na verdade, de ser famoso. E esse assunto já morreu, inclusive; nem sequer o Times of India tem esse assunto na manchete mais...

Om Shanti Om

bárbara disse...

Eu acho que a detenção do SRK serve para isso mesmo: para chamar a atenção das pessoas sobre o preconceito cedo que impera nos EUA pós 11/Set. Se com este Khan os funcionários não se deram sequer ao trabalho de ir à internet comprovar se ele era mesmo quem dizia ser, imagina o que acontecerá com os Khan anónimos desse mundo.

Ibirá Machado disse...

Sim, mas isso vem antes mesmo do 11 de setembro... um amigo da minha família foi barrado tal qual SRK, mas não pelo nome (que é "da Cruz Bernardes), mas simplesmente por seu fenótipo. O coitado tem cara de árabe, e isso bastou pra desconfiança dos policiais... e foi na década de 90 isso!

Iseedeadpeople disse...

Vou copiar o q postei em outro blog:

Procedimento normal de checagem, ora!
E que idiotice é essa de falar q SRK é conhecido mundialmente? Os astros de Bollywood são totalmente desconhecidos no Ocidente! (eu mesma só conheci o SRK qdo fui p India, antes nunca tinha ouvido falar dele)

Ataque de estrelismo total...

bárbara disse...

Que péssimo!
Bem, ainda há a história do Jean Charles de Menezes, que agora passou a filme com banda sonora de Nitin Sawhney.

Essa para mim é a pior :(

Ibirá Machado disse...

Ah sim, o caso do Jean Charles acho que foi um caso de extremo temor no ápice do medo do terrorismo. É mil vezes pior o que aconteceu com ele, além de mil vezes mais absurdo.

Ainda não fui ver o filme do Henrique Goldman... e confesso que não sabia que a trilha era de Nitin! Você já viu o filme, Bárbara?

Profª Sandra disse...

SRK NAO eh conhecido mundialmente nao!!!! NAO mesmo!!!! Minhas amigas no Brasil e minha mae nao fazem a menor ideia de quem seja este islamico.
Na semana passada o ex-presidente da India foi revistado aqui no aeroporto IG e tambem ficou todo melindroso. Os indianos se acham o ultimo biscoito do pacote. Eles tem muita empavia e eh bom que isso ocorra para que se ponham em seu devido lugar.
Eh sabido e notorio que 98% dos terroristas sao ISLAMICOS e portanto nao ha nada de xenofobo em se revistar ou questionar um islamico. Trata-se da seguranca nacional dos EUA que tem sido alvo destes debiloides islamicos ja ha muito tempo.
Achei otimo e dou todo meu apoio ao governo dos EUA.
Se SRK nao gostou, problema dele e que NAO retorne aos EUA, que va para o Paquistao HAHAHAHAHAHAHAHA

bárbara disse...

Não, Ibirá, ainda não vi. Acho que só foi lançado muito recentemente.

E digo mais, o problema aqui não é se o SRK em particular é conhecido mundialmente ou não (e sim, podemos considerar que sim pois há indianos em todo o mundo e todos eles sabem quem é o SRK e quem não sabe pode ir à net procurar).
O facto de ter sido um actor conhecido só serviu para mostrar como qualquer muçulmano pode ser alvo de descriminação nos EUA.
O problema é que independentemente de haver muitos terroristas que são muçulmanos, a maioria dos muçulmanos não é terrorista, por isso nenhum governo pode avançar legitimamente com medidas de descriminação. Principalmente os EUA, que financiam grupos terroristas quando melhor lhes convém.
Pergunto como é que as brasileiras se sentiriam se fossem barradas nas fronteiras de outros países por receio de serem imigrantes ilegais a trabalhar na prostituição. É exactamente a mesma coisa.
Terroristas há em todo o lado, inclusivamente hindus e católicos.
E digo mais: o resto do mundo é que tem sofrido com os debilóides dos EUA e não o contrário.