terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

Filmes indianos na 60ª Berlinale

-

De 11 a 21 de fevereiro é a vez da Alemanha sediar seu mais importante festival de cinema, a 60th Berlinale - Berlin International Film Festival, que, como não podia deixar de ser, exibirá uma seleção de filmes indianos. Mas o mais importante de tudo será a premiere de My Name is Khan, um dos filmes mais aguardados do ano, estrelando Shahrukh Khan e Kajol. Os dois atores, mais o diretor Karan Johar, são esperados para desfilar no tapete vermelho do festival, no dia 12 de fevereiro, às 22h30, antes da premiere. O evento está sendo tão aguardado e vem suscitando tantas dúvidas, que na própria página inicial do site do festival há um link para tirar as dúvidas para o público.

Embora seja a maior economia europeia, a Alemanha é o sexto país com maior número de imigrantes e descendentes de indianos. Ainda assim, por algum fenômeno, é na Alemanha que Bollywood mais cresce na Europa, neste momento, muito além da própria comunidade indiana em si. Nada supera o Reino Unido, é claro, mas produtores e atores não desprezam essa recepção em terras germânicas. E Shahrukh Khan já tem sua orda de fãs não indianos por lá, o que em parte justifica sua ida à premiere alemã do filme My Name is Khan.

Bom, mas independentemente de premiere, esse filme não estará participando da competição oficial. Os filmes participantes selecionados são: Aarekti Premer Golpo (bengali, 2009), Charulata (bengali, 1963), Cinema City (hindi, 2009), Manthan (hindi, 1976), Paltadacho Munis (konkani, 2009), Peepli Live (hindi, 2009), Road Movie (hindi, 2009), The River (inglês, 1949) e Vihir (marathi, 2009).

Fica claro que a intenção do festival de Berlim não é trazer filmes de sucesso, nem mesmo filmes conhecidos. Com exceção do My Name is Khan, ou do Road Movie, o restante são filmes independentes, ou de indústrias locais, como Vihir, da indústria do Maharashtra, por exemplo. É claro que Charulata, de Satyajit Ray, é também um clássico.

Para saber os horários dos filmes e locais de exibição, clique aqui.

E para mais interessados, há também filmes brasileiros selecionados, como o já antigo Central do Brasil (1997) e o comentado Besouro (2009).

(PS: Será que algum dia veremos SRK em alguma premiere de filme indiano aqui no Brasil?)
-

7 comentários:

Lívia disse...

Legal
De mansinho o cinema indiano vem chegando ao ocidente e esse festival junto com o de Cannes, o de Veneza é o mais importante do mundo do cinema.
No ano passado Aishwarya Rai foi uma das artistas mais assediadas e fotografadas quando foi divulgar A Pantera Cor de Rosa II, quem tiver curiosidade basta olhar no site americano Just Jared o tanto de fotos dela nesse festival, no valentines day do ano passado deram até um coração gigante na coletiva do filme em Berlim.
Vai ser interessante o Sharukh Khan no festival de Berlim eu o acho extremamente carismático, mas como ator ele deixa um pouco a desejar tem gente que nem vai concordar comigo mas ele é meio canastrão lembra um pouco uns galãs mexicanos de novelas heheheheeheheh.
O Shahrukh tem um rosto muito étnico indiano eu acho que ele não é o perfil que gostam os produtores ocidentais quando convidam um ator assim ou dão papel de vilão ou colocam com um papel secundário bem irrelevante, mas torço por ele quem sabe ele receba bons convites em Hollywood ou na europa.
Somente sua ida já é uma divulgação e tanto pro cinema da India ainda mais depois que foi notícia no mundo inteiro com aquela prisão absurda nos Eua no ano passado.
Como a esperança é a última que morre e eu sou brasileira e não desisto nunca essas divulgações podem até render uns contratos com produtoras e quem sabe um dia chegar os filmes que tanto gostamos nos cinemas ou mesmos em DVDs por aqui e diminui o nosso sofrimento de baixar flmes ou ve-los no you tube.
Obs: a Kajol está linda nas fotos de divulgação do filme
Tenha uma duvida eu encontro no nome do Sharukh escrito tanto junto como separado Sha Rukh qual está certo ou as duas maneiras estão?

Ibirá Machado disse...

Shahrukh e Shah Rukh estão certos! Depende se vc é mais simpática ao hindi (primeiro caso) ou ao urdu (segundo caso) ;)

E sobre ele em Berlim, não sei se isso vai mudar tanta coisa na carreira dele. Ele tá toda hora na Alemanha e arrasta atrás de si milhares de fãs alemães e dos países vizinhos. Talvez agora seja a primeira vez num evento de grande porte como esse por lá, então vamos ver pra onde vai...

Quanto a ser étnico e tal, se é assim, Jackie Chan é étnico, também... isso não existe e não interfere. Depende apenas de vontade!

Lívia disse...

Mas o Jack Chan faz somente o mesmo tipo de filme luta-comédia, paticamente herdou um filão do Bruce Lee, nunca fez um filme interessante ou importante e o preconceito no cinema ocidental é grande com latinos, orientais, não é tão fácil assim, claro que existem exceções mas que eles preferem atores com cara de ocidentais principalmente que podem se passar por americanos ou europeus isso eles preferem.

Sandra Bose disse...

Amado Banyan,
1. O bicho esta pegando feio aqui. O filme My Name is Khan vai ser boicotado pelos extremistas de direita (radicais hindus, os mesmo que assassinaram Gandhi). A policia esta em alerta e o partido Shiv Sena planeja depredar os cinemas que exibirem o filme. Calcula-se que MNIK vai perder cerca de 50 lacks na estreia amanha pois tem cinemas que por medo NAO vao exibir o filme.
2. Dia 26 comecara uma mini-serie sobre a vida de SRK no canal de TV Travel & Living.

Priscila disse...

Bom...não sei se ele vem para uma premiere, mas ele disse que vem pra Copa do Mundo!

Pelo menos isso né...rsss

Aí a gente marca uma premiere só para nós, fãs dele!!

=D

Ibirá Machado disse...

Sandra, muito obrigado por atualizar-nos sobre esse problema. a gente já tinha visto que as coisas estavam russas, mas já era de se esperar que chegasse mesmo nesse nível. É deplorável. :(

Pri, mas a Copa do Mundo vai ser em 2014!!!! Ele não vem antes??

Lívia disse...

Nossa eu estou horrorizada com as informações que a Sandra trouxe, o filme parece ser tão bom, bem feito, que povo ignorante esses extremistas. Na época do Jodhaa Akbar teve umas coisas parecidas os Rajputs queriam detonar tudo.
Mas concluindo pelas reações o filmes deve ser ótimo, deve esclarecer, abrir mentes, informar por isso esses dementes ficam fora de si, a ignorância é a maior doença do ser humano.