terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

Comercial para o xarope Glycodin

_

De repente percebi que fazia já mais de dois meses que nenhum comercial aparecia aqui no Cinema Indiano e resolvi desfazer esta lacuna imediatamente. A propaganda que hoje aqui aparece data do ano de 2004 e é realizada por uma equipe premiada e que já apareceu aqui antes, como nos comerciais com o cão Pug e na campanha do Eye Bank Association of India

O comercial foi encomendado pela empresa farmacêutica Alembic Ltd., do Gujarat, na Índia, para promover seu xarope contra a tosse, chamado Glycodin. A empresa contratada foi a indiana Codered Films, em parceria com a estadunidense Ogylvi & Mathers (O&M), e a direção do foi realizada pelo renomado Gajraj Rao, com produção de Subrat Ray.

Com as boas doses de humor de sempre, esse comercial não poderia chamar outra coisa se não "Uhu-Uhu". Ou, em bom português, chamaríamos de "Cof Cof". Tudo começa com um casal levando o filho recém-nascido ao "baba", um sacerdote hindu, para que ele batizasse a criança, dando-lhe um nome. Na hora de dizer o nome, o sacerdote tosse; seus ajudantes ao fundo celebram o batismo e então o menino passa a se chamar "Cof Cof".

As cenas vão passando e vemos diferentes fases da vida do rapaz, em que o garoto/moço se confunde quando alguém tosse, pensando que o chamavam. Ele então se casa e tem um filho. Levam, então, a criança para ser batizada pelo baba que, de novo, tosse na hora de dizer qual será o nome. No mesmo instante, o Cof Cof (é, o pai), enfia um frasco de Glycodin na boca do baba. Mas eis que o baba, parando de tossir... e então confiram vocês mesmos:


 -

18 comentários:

Lívia disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Coitado ser chamado de cof cof é a treva! e isso que da essas tradições de confiar o nome do filho a terceiros haahahha, mas achei hilário.
O melhor foi o cof cof adulto quase matando o baba ou ele asfixiava com o xarope ou com uma overdose do mesmo, se o nome fosse cof cof de novo ele não saia dali vivo kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk.
Quando vi o nome do remédio imaginei um bem docê com esse nome Glicodin, agora só falta ele ser bem amargo heheheehehee.

Ibirá Machado disse...

Eu diria que um xarope pra tosse tem que ser docinho (memória de infância de que contra tosse, nada melhor que uma colherada de mel!) :)

Vinicius disse...

hahahahahaha muito bom :D

Xarope não é ruim é até bom rsrsrs :P

Ibirá Machado disse...

Já eu diria que nenhum remédio é bom! Podendo evitar é sempre tão melhor!

Vinicius disse...

hahahaha realmente mais xarope é diferente rsrsrs

Ibirá Machado disse...

Vinicius, não se engane! Chato que sou, fui lá pesquisar a composição do Glycodin, por exemplo. Ele tinha antes em sua composição a codeína, um analgésico extraído do ópio e com alta capacidade viciante. Por isso foi retirado da fórmula. Hoje, o xarope contém dextrometorfano (que em quantidade alta é alucinógeno) e terpeno hidratado (que só dá sabor, não faz mal)...

Pedro disse...

Olha remedio só quando precisa...Podendo evitar é sempre tão melhor!²
o comercial é genial!

Lucia disse...

Por falar em comercial vcs já viram aquele da Coca que o Aamir tira um baldinho cheio de coca de dentro de um poço??É uma graça, ele vestido de matuto indiano!!!Aliás ele sempre é uma graça!!!!!!!!

Sandra Bose disse...

Os xaropes indianos sao excelentes para quem sofre de insonia. Eles fazem qualquer pessoa dormir. Ao invez de usar soniferos eu tomo sempre uma colher (sopa) de Rexcof ou de Benadryl e durmo como uma anja!

Vc soube que o pai do Aamir Khan bateu as botas ontem? Aamir deve estar muito triste como naquele sonho que tive ano passado, lembra?

Ibirá Machado disse...

Ai, pois é, eu vi que o pai dele se foi. É verdade, eu lembro do seu sonho... ele precisa de um colinho agora!

Lucia disse...

Quem se habilita??

Isa disse...

Tadinho do Aamir. :(
E do cara que se chama Cof Cof.
UHAHUAHUAHUAUH

Patrícia Cassolatto disse...

hehehe curti o comercial, tadinho do bebê kkkk
Sim o Ibirá está certo, podendo evitar é sempre tão melhor melhor³, tomem mel e muuuuita água.

beijos

Ibirá Machado disse...

:)

Carol disse...

Eu gosto muito de remédios, mas só evito tomar porque a minha filosofia do "seja homem!" muitas vezes me obriga a ficar aguentando dor.É uma coisa idiota, mas a gente acaba se acostumando depois de uns anos.Quem é viciada é a minha mãe...não suporta sentir dor!Uma vez eu estava na semana de provas do 3º bimestre do 2º ano da escola e só Deus sabe porque, mas eu estava ansiosa demais.Não dormia, gritava por tudo, chorava que só.Aí minha mãe pegou um tarja preta sei lá de onde, quebrou e me deu 1/4 dele.Foi o dia em que melhor dormi na minha vida! :D Depois disso fiquei com medo de viciar e nunca mais tomei, mas ficou a linda lembrança daquela noite de sono.Minha mãe e eu guardamos o episódio como "O dia em que você me dopou".

Sei lá porque estou contando isso.

Mais um comercial ótimo e que não parece ser muito caro!Até ri(moderadamente) no final...ainda existe criatividade neste mundo!

Coitado do bebê :(

Ibirá Machado disse...

Adorei a história Carol! Eu cresci à base de homeopatia e hoje em dia até isso evito até onde posso.

Carol disse...

Uau, você tem uma vida tão natureba.Seja mentor dos meus filhos.

Ibirá Machado disse...

Será um prazer! :D