quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

E que venha 2010





Meus queridos, eu poderia agora fazer uma retrospectiva, como já fiz outrora, mas dessa vez quero fazer somente um agradecimento e olhar pro futuro.

2009 foi um ano e tanto para o cinema indiano no Brasil, mas ele representou o início de uma grande guinada que na verdade ainda está por acontecer. Não fossem mãos mais do que empenhadas em fazer a coisa acontecer por aqui, ainda estaríamos escrevendo para uma meia dúzia de gatos pingados, fãs de algo um tanto estranho que vem lá do outro lado do mundo.

Mas essa coisa meio estranha não é tão esquisita assim. O cinema indiano provou em 2009 ser algo que muitos já esperavam aparecer mas não sabiam ainda de onde viria. Daqui pra frente, apenas faremos mais e mais pessoas terem a mesma descoberta.

Pode parecer uma vontade utópica de fazer justiça, mas, ainda que seja isso, o que fazemos é mesmo uma tentativa clara de ampliar o prisma das possibilidades culturais da humanidade.

E que venha 2010; e que neste novo horizonte que se abre possamos definitivamente encontrar o que tanto buscamos.

A todos, um imenso e muito sincero obrigado.

Shub Naya Baras ;)

18 comentários:

Monique Rosa Brasil disse...

Eu acho você lindo e seu blog um pitel.Quando eu comecei a ler o blog eu achava que cinema indiano era novela mexicana bem feita.Agora tudo faz mais sentido e o cinemaindiano.blogspot fez toda a diferença.
Ah e eu conhecei o mere Cây (guru, o único que eu acredito) através desse blog.Hoje em homenagem a 2010 eu vou finalmente conseguir assinar o abaixo assinado Taare Zameen Par.
Eu e vc amamos Aamir!E EU TE AMO!Everything is so lovely between us!
Onomatopéias virtuais sinceras e superlativas à parte aaaaaaaaaaaaaa
é tão bom ficar lendo aqui e conversando com vc ... tudo que vc escreve é lindo... aaaaaa

Ibirá Machado disse...

Aiai, é tanto amor ultimamente que nem sei onde esconder minha cara vermelha :-o

Gente, e eu nem lembrava que você tinha me conhecido no blog! :D

Niks, gracias ;)

Carol disse...

Vocês são muito engraçados, HAHAHAHAHAHAHA :D

Em janeiro eu nem pensava em cinema indiano, nem acredito que agora estou aqui animadona fazendo meu comentário de fim de ano em um blog que fala do assunto.Deus do céu, como raios minha vida chegou a isso? xD E hoje mesmo eu estava pensando no quanto a vida é legal por não nos dar exatamente o que pedimos.Vocês todos chegaram num dos momentos da minha vida em que eu mais estava assustada, e me fizeram rir( e chorar às vezes) com um monte de bobagens.Pra onde será que isso vai, hein?Espero que vá para um bom lugar.Eu quero chegar aos 27 anos(não pergunte) ainda sendo sua amiga, tiô :D Ou não, vai que você vira um psicopata assassino.

Aaaah, obrigada por um dia ter posto o link de uma certa comunidade ali no canto =D

E obrigada por ser você.E por ser bonzinho.E por ter paciência comigo e entender uns comentários meus que nem eu entendo o_o

Hoooooje o senhor vai receber um dos meus grandes abraços!Receba aí, certo?E seja feliz em 2010 *-*

Shub Naya Baras!

barbie-o disse...

Miau?

Ibirá Machado disse...

Carol, acho que nada é por acaso. Que esse 27 vire ao menos 72 e que a teoria psicopatense não se confirme. Eu ando dizendo por aí que uma das coisas mais lindas que aprendi com indianos foi que não se diz obrigado entre amigos, mas eu aceito já que eu acho o ato de agradecer tão lindo quanto :$

Obrigado!

Barbie, miau, sempre ;)

Monique Rosa Brasil disse...

Vermelho de vergonha? rs adorooo!

Somos uma graça Carol!
Beijos, povos!

Carol disse...

Vocês são, sim *-* Quer dizer, eu acho.Vai que são um bando de psicopatas assassinos.

Gente, é lindo tudo isso de agradecer e tal.Gosto mesmo, mas confesso que mal vejo a hora de tudo voltar ao normal e parar o festival de afetividade.Não é por nada não, mas eu sou ruim demais em demonstrar(bons)sentimentos.Tenho vergonha mesmo,e o coração quase sai pela boca quando escrevo essas coisas todas que ando escrevendo...é complicado mesmo.Não nasci pra isso,sou seca :P E tá, 27 ou 72.Até quando Deus quiser =D

*por mais que eu me mateeeee, são só palavraaaaaaaaaas ♫ * -tocando agora =D

Ibirá Machado disse...

Carol, eu super respeito e entendo, mas não para nããão! Tudo é um processo, então deixa esse momento fluir naturalmente, sem pensar na sua jugular pulando no pescoço, sem pensar na respiração desconexa, sem pensar nos dedos que não respondem direito ;)

Amém ^.^

Priscila disse...

Shub Naya Baras!!!

=D

Feliz ano novo Ibirá!!!
E para todos os leitores do blog!!

Sem palavras para todas essas palavras bonitas acima...rsss

Ibirá Machado disse...

Brigadão, Prisicila :)

Pra vc tb!

Lucia disse...

Ola pessoal, assim como a Carol eu também não sabia nada sobre o cinema indiano!!!Agora sou fã e divulgadora , com muita alegria e satisfação em conhecer outra cultura , com suas diferenças e semelhanças.
E você Ibirá, quando me enviou o convite pro orkut nem acreditei, corri pro blog pra ver se não estava lendo o nome errado hihihi Obrigaduuu por tanta dedicação, carinho e paciência com minhas perguntas!!!Um ano novo de MIL realizações.Beijocas carinhosas a todos do blog fui

Ibirá Machado disse...

Oi Lucia, eu sou apenas mais uma pessoa normal e que fica vermelha quando lê ou ouve (tanto pior!) coisas como essas aqui. Acho que é meu dever dar atenção até onde puder; responder perguntas sobre o mundo do cinema indiano é minha paixão!

Feliz ano novo pra você também!

bjs :)

Monique Rosa Brasil disse...

Ibirá Machado disse...
Oi Lucia, eu sou apenas mais uma pessoa LINDA e gosotosa e que fica lindo e gosotoso quando lê ou ouve (tanto pior!) coisas como essas aqui. Acho que é meu dever é ser lindo e gosotoso até onde puder; responder perguntas sobre minha lindeza e gosotosura.

Agora Monique diz:

ê gosotosura!ahauhauhauah

bjs :)

Ibirá Machado disse...

Monique!! Comporte-se!!!

Monique Rosa Brasil disse...

Não quero. Sou uma psicopata assasina.

Lucia disse...

Desista Ibirá, a Monique não tem jeito... é uma delícia ler a tradução que ela têm de suas palavras hihihi....

Monique Rosa Brasil disse...

ahahaah Lúcia eu canto pra ele:
"eu morro de amor por ele e ele nem aí.. ele nem aí..."

Lucia disse...

Não desista Carol.Lembre-se do dito poluar:"àgua mole em pedra dura.... hihihi