segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Bollywood Dream - O Sonho Bollywoodiano (2009)

-


Nem a tempestade que resolveu cair na tarde de hoje, em São Paulo, impediu-me de ir à première do filme Bollywood Dream - O Sonho Bollywoodiano, na 33ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo. Ok, também hoje era a única oportunidade que tinha para vê-lo. Cheguei em cimíssima da hora, com os pés encharcados, mas o esforço valeu à pena. Não só gostei do filme, como tive a grande sorte de dividir a plateia com o próprio elenco do filme, além da diretora Beatriz Seigner e de Ram Devineni, produtor da obra e curador da mostra de cinema indiano que anualmente ocorre aqui em São Paulo. Como sortes não podem ser desperdiçadas, em breve trarei a vocês uma entrevista exclusiva com as três protagonistas do filme e com a diretora.

Bollywood Dream estrela Paula Braun, Lorena Lobato e Nataly Cabanas, como três brasileiras que, mais ou menos na louca, vão à Índia tentar ganhar a vida como atrizes de Bollywood. O filme me passou a sensação de ser quase autobiográfico, embora seja tudo (supostamente) ficção. Do começo ao fim, situações vividas pelas brasileiras eram muito semelhantes ao que eu mesmo vivenciei por lá. A dificuldade com o sotaque, a reserva no hotel "cancelada", a felicidade dos indianos de descobrir que são brasileiras e imediatamente cantarolar "Aquarela do Brasil", o trem errado, ou simplesmente a pura curiosidade de ver ocidentais.

E pelo que já havia sido adiantado na postagem anterior, muitas cenas eram de fato vividas, sentidas, sofridas e assimiladas - ou não - pelas atrizes.

Elas chegam em Chennai, a reserva do hotel estava cancelada, vão parar num pseudo-hotel cujo gerente é muito gente boa e descobrem que a pessoa que elas tinham o contato não mora ali, mas sim em Mumbai, do outro lado do país. E ele era o contato para o mundo do cinema indiano. Mas como na Índia tudo é mesmo muito inesperado, elas acabam ganhando com a sorte, conhecendo um garoto que as ensina coreografias, além de serem apresentadas a uma atriz que lhes dá algumas aulas de interpretação na melhor técnica indiana de melodrama.

Nesse meio tempo, são confundidas por acaso com umas dançarinas russas e com isso iniciam uma bateria de ensaios de coreografias para definitivamente participarem de algum filme. Depois pegam o trem a Mumbai, mas vão parar em Varanasi por engano.

Mas isso tudo é um suposto enredo de fundo de um filme que fala muito mais de outras questões muito mais interessantes no que diz respeito ao efetivo choque entre culturas tão distantes. Como está na sinopse do filme no próprio site oficial, "seus sonhos se modificam no contraste entre o oriente e o ocidente, o ancestral e o novo, entre os valores individuais e coletivos". E é mesmo um pouco muito disso que é o filme. Tanto que, na verdade, não há um fim; ao menos não um fim como nossa mente costuma esperar e nos trai em momentos como esse.

Bom, e confesso que fiquei particularmente feliz de ver Paraneshwa Naiar como dono do pseudo-hotel em que elas se hospedam, em Chennai. Imediatamente lembrei-me do belíssimo filme tamil The Terrorist, de Santosh Sivan, no qual esse mesmo ator atua como dono da casa em que Malli, a terrorista, se hospeda. E em tempo, Santosh Sivan em pessoa é o produtor executivo do núcleo indiano deste filme de Beatriz Seigner.

E intercalado com o enredo, temos a oportunidade de ver algumas performances de Bhavana Rhya, a incrível dançarina Odissi brasileira. Aliás, quem tiver a oportunidade de assistir a alguma apresentação sua, não deixe de ir.

Enfim, é isso. Quarta-feira próxima será a última oportunidade de ver esse filme na Mostra de São Paulo. Espero que ele depois entre oficialmente em cartaz, dando mais oportunidades a todos.

E aguardem a entrevista com a diretora e as atrizes que em breve sairá exclusivamente para vocês, aqui no Cinema Indiano. E em tempo, o filme entra em cartaz em 29 de abril de 2011.

E abaixo vejam o trailer do filme:

9 comentários:

barbie-o disse...

Ai! Queres ver que agora eu é que faço uma petição para trazer esse filme para Portugal? Lol!

Rosa disse...

Ai! Que filme show Ibirá!Esse eu vou assistir e mandar todo mundo que me acha "alternativa" demais por gostar de Bolywood ir se...
ir assistir também.hehe

Ibirá Machado disse...

Então estão esperando o quê? Bora!

Carol disse...

Eu ri do comentário da Rosa :D

Fiquei com vontade de ver para tentar imaginar o que eu sentiria na Índia.Não sou tão sonhadora,sei que seria difícil.E pelo que você falou no post,o filme passa muita verdade.Só faltava aparecer o Shahrukh Khan,ui *-*

Ibirá Machado disse...

O filme é realmente muito verdadeiro. E acho que se SRK aparecesse daí já ficaria falso! hahaha

Profª Sandra disse...

INVEJA, pois ainda nao vi este filme. Sera que vira aqui pra India?

Ibirá Machado disse...

Puxa, boa pergunta... será?

Cineclube Cultura Jorge Comassetto disse...

Namastê!
Olá! O Cineclube Cultura Jorge Comassetto/RS irá exibir "Bollywood Dream..." na noite de 21/março/2012. Parceria Campanha Compacto.Cine - Fora do Eixo, em rede cineclubista!
Buscando mais infos para nossa divulgação, encontrei esta jóia indiana que é seu blog! Estou fã ;) e divulgando direto, do filme e da sua página!
Dariane Labres - Curadoria
@kleiocorp no twitter
cineclubeculturajc.blogspot.com

Ibirá Machado disse...

Olá, Dariane! Que legal, fiquei super feliz de saber isso!