terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

Atriz mirim de "Milionário" sonha virar estrela de Bollywood



na REUTERS Brasil, por Rina Chandran, da REUTERS Life!

Rubina Ali já é estrela de Hollywood. Agora, a garota de 9 anos, que atuou em "Quem Quer Ser um Milionário?" ("Slumdog Millionaire") e vive com sua família num barraco de um cômodo numa favela de Mumbai, quer virar estrela de Bollywood.

Seu sonho vem sendo alimentado pela atenção intensa da mídia e as festas que se seguiram à premiere em Mumbai do filme indicado ao Oscar, a história do enriquecimento de um jovem de uma favela de Mumbai, em que Ali faz a personagem feminina principal quando criança.

"Gosto de cinema. Gosto de poesia e da minha escola", disse a garota de olhos vivos e cabelo preso com maria-chiquinhas, mascando um chiclete e recitando poemas em inglês para visitantes.

Ali está na primeira série de uma escola onde as aulas são dadas em inglês. A escola é um presente do "Tio Danny", o diretor Danny Boyle, que desmentiu que as crianças faveladas que atuam no filme tenham sido mal pagas, conforme noticiou o jornal britânico Daily Telegraph.

A escola -- a primeira em que Ali estuda --, as fotos da premiere e um passeio de helicóptero para as crianças do filme estão entre as poucas recordações que a mãe da menina, Munni, tem do filme, que continua a receber prêmios enquanto a atriz mirim e sua família seguem vivendo num barraco igual a dezenas de outros na favela, sem janelas, banheiro ou água corrente.

"Ela ficou muito feliz por atuar no filme. Agora ela quer estar em outros filmes que Danny Boyle fizer e quer virar estrela", disse Munni, falando do filme que vem suscitando polêmica na Índia por seu título original -- devido à palavra "cão" -- , pelo retrato que faz dos pobres e pelo tratamento dado ao elenco.

Em junho do ano passado, Boyle matriculou Ali e Azharuddin Ismail, que também representa uma criança favelada, em escolas de língua inglesa. O diretor também se reuniu com os professores das escolas.

Boyle se comprometeu a pagar cerca de 1.500 rúpias (31 dólares) mensais pelas mensalidades escolares e outras despesas, além dos valores pagos pelo trabalho das crianças no filme. A Fox Star Studios, que lançou o filme na Índia, disse que o salário mensal que as crianças receberam foi três vezes o salário local anual médio de um adulto, mas não revelou cifras.

Boyle e o produtor do filme, Christian Colson, vão pagar pelos estudos das crianças até completarem 18 anos, e "um valor substancial" será dado a eles quando concluírem seus estudos, disse o diretor, para incentivá-los a continuar estudando.

Apesar disso, Munni, que trabalha como empregada doméstica, está incerta quanto ao futuro de sua filha e preocupada porque a família não tem como mudar-se para uma casa melhor.

"Somos pobres. Criar cinco filhos é duro", disse ela. "Danny Boyle é um ser humano bom... mas somos pobres e gostaríamos de comprar uma casa. Já dissemos que precisamos de ajuda. Ele pode nos demonstrar mais bondade se quiser."


10 comentários:

Anônimo disse...

É uma coisa a se pensar.

Sei que a pobreza é algo degradante, revoltante...

Mas o fato de uma criança pobre fazer um filme (recebendo por isso) não dá direito asos pais ganharem uma casa.

Não conheço a realidade social indiana, mas parce-me neste caso que há um aproveitamento da situação por parte dos genitores desta criança.

Danny Boyle não possui obrigação alguma em sustentar esta menina...

Fico revoltado com esse sentimento de auto-comiseração que pessoas em situação de pobreza possuem, além de achar que o mundo tem obrigação da em sustentar os filhos destes.

Mas um caso típico de bolsa-familia, dessa vez não-governamental.

Sucesso ao blog.

Anderson

Ibirá Machado disse...

Valeu pelo comentário, Andreson!

A polêmica é mesmo grande. A realidade social da Índia pode ser grossamente resumida assim: há 1 bilhão de miseráveis e quase 200 milhões de classe consumidora. Consegue imaginar 1 bilhão de pobres? É osso, como diria o outro...

sheilafelix disse...

Passando para dizer que seu blog é o máximo em tudo!Informação principalmente.Acabei de inaugurar um blog sobre perfumes e o tema dele é indiano.Seu link está lá e os devidos créditos das músicas e videos.
Me sentiria honrada c sua presença
abraços e mais sucesso!!
parfumsfelix.zip.net

Cris disse...

Vi o filme, achei muito inteligente e prendeu minha atenção o tempo todo.
Hum, mas era de se esperar que os indianos reagissem assim já que em quase todos os filmes que assisti vi muitas cores, muitas danças, muitas joias, muitas celebrações, muita fantasia e alem disso haja musica, dá até pra enjoar... (mas eu gostcho)
Caramba, slumdog millionaire retrata muita pobreza e violência tambem, a realidade da favela foi uma novidade para os meus olhos que já tinham lido sobre a pobreza, mas até então nunca tinham visto.
Sucesso pra você, estou adorando tudo por aqui, venho só de vez em quando, quero ser mais frequente nos comentários, posso?
bj

Ibirá Machado disse...

Uai, Cris, não só pode como deve!!! :)

E obrigado mais uma vez!

sheila alvarenga gogoi disse...

"Somos pobres. Criar cinco filhos é duro", disse ela. "Danny Boyle é um ser humano bom... mas somos pobres e gostaríamos de comprar uma casa. Já dissemos que precisamos de ajuda. Ele pode nos demonstrar mais bondade se quiser."

---> Comportamento típico de indiano em relação a estrangeiros: eles acham que os gringos têm obrigação de lhes dar muito $$$$ !!! Guardada as devidas proporções, senti isso na pele qdo estive na India. Eu só era vista como um saco de $ ambulante.... ô raça!

Prontofalei! Beijos!

Ibirá Machado disse...

Sheila, eu bem pensei mais ou menos isso que você pensou, também, mas a verdade é que essa atitude não é exclusividade deles... coloque essa mesma fala em uma pessoa de uma favela aqui do Brasil... é bem fácil imaginar, e as palavras serão exatamente as mesmas!

sheila alvarenga gogoi disse...

Sei não Ibirá... aqui já iam ficar muito felizes pelo q o Boyle já está fazendo... mas lá na India vc dá a mão e eles querem o braço todo, afeee!

Profª Sandra Bose disse...

Vishnu, isso nao eh trabalho infantil??????

Qual a diferenca em ser atriz/ator e lavar copos em um buteco???

Ibirá Machado disse...

Excelente pergunta Sandroca.