sexta-feira, 15 de maio de 2009

Tashan (2008) - टशन

-

O filme da vez é Tashan, algo que pode ser traduzido para estilo, mas um estilo com atitude, não o conjunto de aspectos ou característica de algo, assim simplesmente. Tashan é Tashan. Enfim, o fato é que se trata de um filme bollywoodiano que teria muito pra não ser bom, mas que soube fazer bem feito o que se propôs fazer - coisa que muitos na Índia tentam e não conseguem, pelos exageros mil que já estamos acostumados. Ainda assim, o filme acabou que fracassou nos cinemas.

Esse filme foi produzido pela Yash Raj Films e é a estreia de Vijay Krishna Acharya na direção. Antes, ele havia ficado famoso por ser o roteirista da série de sucesso Dhoom, cuja segunda parte (que tem um trecho rodado no Brasil) foi um dos maiores sucessos de Bollywood até hoje. E como diretor estreante é que talvez ele não tenha pecado como alguns estrelinhas de Bollywood vêm fazendo, de fazer da direção em si algo mais importante do que o próprio filme que está por ser mostrado, forçando demais as cenas e a atuação dos atores. E sim, quanto aos atores, embora tenha um bom elenco, nenhum chega a ser também um Shahrukh Khan, o que talvez também salve um pouco mais a simplicidade das coisas.

De qualquer forma, o filme estrela nada mais que Kareena Kapoor, Akshay Kumar, Saif Ali Khan e Anil Kapoor (este último que ficou mais famoso internacionalmente por sua atuação como o apresentador do "Show do Milhão" em Quem Quer Ser Um Milionário?). Em algumas críticas que li do filme diz que ele é de Akshay, que se ele fosse removido do elenco o filme seria ainda pior. Mas eu discordo; não que Akshay não seja bom neste filme, mas acho que a presença dos outros três atores principais também é muito boa e fundamental para o filme.

A história de Tashan é a seguinte: Jimmy Cliff (Saif Ali Khan) trabalha em um call center e é um reconhecido professor de inglês. Aparece então Pooja (Kareena Kapoor) procurando por aulas particulares, e Jimmy logo aceita a proposta. Mas as aulas não eram pra ela e sim para seu chefe, Bhaiyyaji (Anil Kapoor), que aparentemente trabalha com moda ou algo do gênero. Jimmy começa as aulas de inglês com Bhaiyyaji e apaixona-se por Pooja. Em dado momento algo estranho ocorre e Jimmy descobre que Pooja trabalha com Bhaiyyaji por conta de um débito que ela tem com ele, relacionado a seu pai. Eles decidem roubar Bhaiyyaji e fugirem. No entanto, nessa hora Jimmy é enganado por Pooja, que desaparece sozinha com o dinheiro. Na mesma hora, Jimmy descobre que Bhaiyyaji é, na verdade, uma espécie de poderoso chefão (do tipo que Bollywood sempre adorou - os dons). É nessa hora que Bhaiyyaji contrata Bachchan (Akshay Kumar) para resgatar o dinheiro e matar Jimmy e Pooja. O que se desenrola em seguida é a nata do filme e sinceramente acho melhor não contar em respeito aos que pretendem assistir ao filme.

A despeito de duas cenas de song-and-dance que se passam em alguma ilha grega perdida no Mediterrâneo (sendo uma delas com direito a Kareena Kapoor de biquínis, pra loucura da indianada), as outras músicas são rodadas em cenários indianos que vão do Assam ao Rajastão, dos Himalaias ao Kerala - ou seja, de leste a oeste, de norte a sul. E isso justifica-se, pois o dinheiro roubado de Bhaiyyaji havia sido distribuído pelos sete cantos da Índia. Gostei em particular da música Dil Dance Maare, não só porque ela é divertida, mas também porque na coreografia juntou um grupo de gringos que estão fazendo umas filmagens na Índia e os três - Pooja, Jimmy e Bachchan - colocam figurinos e tudo fica muito tosco e muito engraçado.

O filme utiliza uma técnica que eu achei bem divertida para o contexto, que é a narração feita pelos próprios atores durante as próprias cenas. Na verdade, Jimmy e Bachchan narram, e isso dá uma característica bem especial ao roteiro. E falando em roteiro, se tem uma coisa que eu gosto dos filmes indianos são os roteiros lotados de histórias no meio da trama principal. E Tashan, como não podia deixar de ser, tem um roteiro bem assim, com várias histórias que vão aparecendo, como flahsbacks, montando toda a história final. Tudo é muito fantasioso e forçado, mas Tashan é uma comédia-aventura, não se propõe a filme sério em momento algum. E se é assim, então não há porque e o que criticar, mas ao contrário. E claro, claro, claro, Kareena Kapoor é no filme a imagem feminina que Bollywood precisa apresentar como eixo do romance que, óbvio, aparece nesse filme como um triângulo. Enfim, vejam o filme que vale, sim, a pena!

E a seguir o trailer de Tashan (não achei melhor que esse) e depois a música que citei, Dil Dance Maare.





18 comentários:

Profª Sandra Bose disse...

Ah, vc se recusou a escrever a trama ate o final :(
snif snif snif snif :(
Li a postagem toda pra chegar a lugar nenhum, tal qual a ciclovia de Delhi.

Ibirá Machado disse...

Hahahahahaha!!! Jura que Delhi também tem ciclovias do nada pra lugar algum como aqui em São Paulo??? Que demais!

Mas quanto à descrição da trama, eu nunca conto até o final! Spoilers não são nada legais pra quem está interessado em ver os filmes... :p

Vinicius disse...

Oi Ibirá Antes de tudo eu gostaria de te parabenizar pelo seu blog que adoro!

e sobre esse filme eu fiquei com vontade de assístir até eu já tinha duas músicas do filme e agora eu vou procurar pra baixar o filme!

se você disse que o filme é bom é porque é rsrs

Fátima disse...

Pior é que fico interessada em assistir e não tenho acesso.
Como é que faço?
Tenho que me contentar com uma pequeníssima amostra?

Ibirá Machado disse...

Oi Vinicius, então antes de tudo eu te agradeço pelo reconhecimento! :)

Mas sobre o filme ser bom só porque falei é muito relativo! Cada um tem um gosto, não? Mas baixe sim e assista, pois mesmo se não gostar não deixará de ser mais uma boa experiência bollywoodiana!

Ibirá Machado disse...

Poxa Fafa, mas por que não tem acesso? Porque não sabe baixar filmes ou porque não sabe inglês? Se for o primeiro caso eu te aconselho a aprender já! Mas se for o segundo caso, te digo que há na internet já um número crescente de legendas em português para filmes indianos... ;)

Claro que não terá todos dos que falo aqui, mas alguma coisa será possível ver!

barbarella disse...

Vou tão comprar este filme! Obrigada pelo post ;)

Ibirá Machado disse...

Barbarella, aposto que é porque o Saif trabalha em um call center! hehe ;)

bru lyrio disse...

Se o Saif está em jogo, tb nao posso perder! Ainda que saia a chatinha da Bebo. ;-)))

Abraços,
Bru.

Luiz लुईज़ disse...

Eu jurava que era a única pessoa no mundo a gostar desse filme!! Hahaha adoro Tashan!!! É simplesmente divertido demais!!! Mas já advirto aos que queiram baixar: é um problema enorme, pois a grande maioria das versoes disponiveis tem um corte um pouco antes da música Dil Dance Maare Re, e as legendas ficam perdidas devido ao corte. Minha versão achei em um site que nem existe mais D:

Ibirá Machado disse...

Haha... pois é... mas poxa, isso sem contar o final, que também vem cortado...

sheila alvarenga gogoi disse...

Eu acho q devo ser a única pessoa no mundo que acha o Anil kapoor um CHARME! E ele em Slumdog Milionaire me deixou toda-toda rsrsrsrsrsrsrsrsr!!!

Ibirá Machado disse...

Sheila, eu gosto do Anil Kapoor, mas daí achar ele um charme..... tsc tsc... haha

Carol disse...

Gente,eu também acho o Anil Kapoor um charme*o*o*o*o* É mágico encontrar alguém que pensa como vc num post de 32749873474864 anos atrás.Ele "me deixou toda-toda" em Salaam-E-Ishq :P

Vi uma meia hora de Tashan e só pensava "What the hell?".Filme estranho,gente.

Ibirá Machado disse...

Esse filme é bem divertido justamente por todo esse fator bizarrice. Ele é bem bizarro, mas muito muito divertido. Sério mesmo!

Carol disse...

No pouco que vi,ria bastante...do Anil Kapoor.Aquele homem é um barato!

Juliana disse...

Baixei o filme, mas não está legendado. Onde posso conseguir legendado em português? grata. Juliana

Ibirá Machado disse...

Juliana, aqui: http://legendas.tv/info.php?d=f8943cf62eadcfcdb0c12030d0025c4a

Abraços!