quarta-feira, 5 de maio de 2010

Konkona Sen Sharma - কঙ্কনা সেন শর্মা

-

Aproveitando o ensejo do momento, hoje é dia de falarmos de uma das mais refinadas atrizes indianas do momento: a bengalesa Konkona Sen Sharma. Uma das mais versáteis atrizes que o cinema indiano conhece no momento, Konkona transita entre filmes de grande sucesso em Bollywood e filmes do cinema paralelo indiano, aclamados pela crítica.

Filha do cientista e jornalista Mukul Sharma e da excelente e aclamada cineasta Aparna Sen, Konkona nasceu no dia 3 de dezembro de 1979, em Nova Delhi. Ainda pequena, no entanto, mudou-se pra Calcutá, no West Bengal, onde estudou na Calcutta International School e na Modern High School for Girls. Em seguida retornou a Delhi e graduou-se em inglês na St. Stephen's College. Konkona tem somente mais um irmão, mais velho, chamado Kamalini Chatterjee.

E as raízes do cinema em Konkona já vêm de antes. Seu avô materno, Chidananda Dasgupta é um crítico de cinema, professor, escritor e cofundador da Calcutta Film Society.

A estreia de Konkona no cinema foi no filme Indira (1983), de sua mãe, quando ela tinha somente de três pra quatro anos. Em 1989 ela fez uma participação num série de televisão, chamada Picnic, e em seguida, em 1994, apareceu no filme Amodini, também de sua mãe. 

Após isso ela ficou um tempo sem trabalhos no cinema pra poder focar nos estudos. Em 2001, então, ela apareceu no filme bengalês Ek Je Aachhe Kanya. Em seguida ela já estava no filme Titli (2002), de Rituparno Ghosh, também bengalês, filme este que foi muito bem recebido pela crítica.

Mas seu sucesso desbancaria num outro filme, ainda no ano de 2002. Mr. And Mrs, Iyer, dirigido por sua mãe, foi um sucesso de público e de crítica. Contracenando com Rahul Bose, Konkona ganhou projeção por fazer perfeitamente o sotaque de uma mulher tamil, ganhando o prêmio de melhor atriz pelo National Film Award. Em 2005 ela estava em Page 3, que levou o prêmio de melhor filme pelo mesmo National Film Awards, dando a Konkona mais consolidação em sua carreira.

No mesmo ano ela também apareceu em 15 Park Avenue e no ano seguinte em Omkara. Embora nem apareça tanto quanto Ajay Devgan, Saif Ali Khan e Kareena Kapoor, Konkona levou dois prêmios de melhor atriz coadjuvante, um do Filmfare Awards e outro do National Film Award. O imenso sucesso de Omkara escondeu outro filme com ela no mesmo ano, Deadline: Sirf 24 Ghante, embora o filme Dosar, de Rituparno Ghosh, tenha sido também muito bem recebido pela crítica, também com Konkona.

Em 2007, Konkona mostrou sua versatilidade ao interpretar uma prostituta de rua em Traffic Signal ao mesmo tempo em que aparecia em Laaga Chunari Mein Daag, no qual fazia a ingênua e pura irmã de uma prostituta de luxo, interpretada por Rani Mukerji, e fazendo par com Kunal Kapoor. No mesmo ano ela também apareceu em Life in a... Metro, pelo qual ela levou seu segundo Filmfare Awards de melhor atriz coadjuvante. E por fim, ainda em 2007, Konkona interpretou outra ingênua garota que, por sua vez, interpretava a lendária Laila no filme Aaja Nachle, no aclamado retorno de Madhuri Dixit, também ao lado de Kunal Kapoor.

Em 2008 ela esteve em Dil Kabaddi e no projeto 8, de Mira Nair. No ano seguinte, Konkona fez um filme em inglês, chamado The President is Coming, que foi muito bem recebido pela crítica. Depois foi a vez de Lucky by Chance, ao lado de Farhan Akhtar. No final do ano ela esteve no simpático Wake Up Sid, ao lado de Ranbir Kapoor, pelo qual recebeu de novo excelentes críticas.

Para 2010 há uma extensa agenda de lançamentos pra Konkona. De novo ao lado de Ajay Devgan, ela aparece em Atithi Tum Kab Jaoge. Depois aparece em Right Yaa Wrong. Também aparecerá de novo num filme de Rituparno Ghosh, chamado Sunglass e em outro de sua mãe, chamado Iti Mrinalini. Ainda há o filme Mirch pra estrear.

Konkona aparecerá no filme Mumbai, de Aditya Chopra, que contará a história dos atentados nesta cidade em 2008, e também terá no elenco Arjun Rampal, Shahid Kapoor, Rani Mukerji e Esha Deol.

E Konkona é uma atriz que não se contenta só com cinema. Em 2009 ela entrou para fazer parte do espetáculo de teatro The Blue Mug, ao lado de Rajat Kapoor, Vinay Pathak e Ranvir Shorey, que passou também por São Paulo numa apresentação única.

Desde julho de 2008 Konkona está oficialmente com Ranvir Shorey, com quem já contracenou em muitos dos filmes de sua carreira.

Colaborou: Carolyne Juvenil.
-

17 comentários:

Carol disse...

Então, é 01:04.Acordo daqui a 4:00, estou caindo de sono e pensei estar mais lúcida do que realmente estou.

A Konkona foi a primeira atriz indiana que realmente levei a sério, e por causa de Omkara.E estou com tanta falta de lucidez que não consigo lembrar de mais nada.Comecei com Aaja Nachle, né?Isso, isso.Tinha achado o filme meio idiota, mas a Wikipedia me disse que ela foi corajosa e aceitei isso.Hoje em dia tendo a doce lembrança da minha Laila...e sempre sorrio quando lembro do quanto ela ficou bonita durante o filme.

E vou conseguir minha legenda de Atithi Tum Kab Jaoge!

[depois faço um comentário menos dopado de sono]

See you.E você pode dizer o mesmo pra Koko, HÁ!

Ibirá Machado disse...

Carol, então espero você descansar e comentar de novo pra eu responder, ok? ;)

Vinicius disse...

Eu demorei muito para conhecer essa mulher!
Mais ai eis que surge a legenda do Laaga Chunari mein Daag em PT e eu finalmente a conheci e a adorei muito!

Ela é uma excelente atriz! Bonita e inteligente!

Fácil de gostar e apaixonante! Hehe

Ai eu queria tanto ver ela amanhã! Mais não tenho grana pra isso hahaha.

Ibirá tire fotos com ela please rsrs

Eu adorei ela em LCMD e adorei mais ainda em Wake Up Sid e Aaja Nachle

Isa disse...

Eu a conhecia de vista porque tinha visto algum filme/clipe com ela do qual não me lembrava. Era que nem o Anupam: eu conheço essa mulher, mas não sei da onde.

"Ranvir Shorey, com quem já contracenou em muitos filmes de sua carreira". Põe muitos nisso. Parece que a cada canto que tem Konkona, tem Ranvir. E eles são tão bonitinhos juntos. *-*

Ah, pelo visto você achou fotos legais, vai. A Konks com o cachorrinho está uma gracinha. :D

Ibirá Machado disse...

Vini, de fato ela não é o tipo de atriz que as pessoas conhecem assim de primeira. Mas depois que descobrem quem ela é, não dá mais pra esquecer!

Isa, sim, sim, no final das contas achamos umas fotos boas :)

barbie-o disse...

Eu também sou fã!
E crítica dessa peça de teatro, vai haver?
Ai, Ibirá, peço desculpa. Os meus comentários andam cada vez menos inspirados :P

Ibirá Machado disse...

Hahahah! Barbie, mas não importa como estiver sua inspiração, elas são sempre bem vindas!

Vai haver sim, just wait! ;)

barbie-o disse...

:D
Eu padeço do mesmo mal que a Carol... estou com sono.

Iseedeadpeople disse...

Ansiosa p saber da peça!

Pedro disse...

1)quero saber da peça logo
2)Amo a Konkona
3)Laaga Chunari mein daag vale a pena pela partiçipação especial :P

Isa disse...

Ranvir metido. É só o que eu digo.

São 10h exatamente agora. Imagino o que você estará fazendo agora. Ai, que emoção! :D

Pri disse...

Adorei todas as atuações dela.
Pra mim é uma das melhores atrizes, está no topo com a Priyanka, Madhuri e Rani.

Eu já a tinha notado desde o segundo filme que vi, Aaja Nachle. E adorei muito em Luck by Chance e Wake Up Sid!!!

Ibirá Machado disse...

A todos que comentaram e não foram respondidos: quem ainda não ficou sabendo, infelizmente a Konkona teve apendicite nos EUA e não pode vir ao Brasil. Ou seja, Ibirá ficou frustrado. Mas mesmo assim foi uma experiência INCRÍVEL ver todos os outros.

Ainda hoje espero postar sobre o espetáculo e, se conseguir em tempo, já coloco junto a entrevista que fiz com o diretor. Também entrevistei pessoalmente o Rajat Kapoor, que foi extremamente simpático e conversamos sobre muitas coisas. A entrevista com ele sairá um pouco depois. Quanto aos outros atores, ainda não garanto nada, mas não desisto!

Luísa Borges disse...

Pobre Ibirá,que pena me deu uma dó agora :(

Carol disse...

Pedro, eu sei que você me ama.Sem manifestações públicas, please (h)

Gente, paciência.E se ele viu o gordinho fofinho do Aaja Nachle, tudo está bem.Aquele homem é hilário, gente.Sem contar que conheceu a Geni!Nem acredito que sou eu a pessoa a ficar ressaltando o lado bom das coisas.

A Rani é nossa rainha, Michelle McNally pra sempre! <3

Ibirá Machado disse...

Luísa, não tenha dó de mim, não, eu não só abracei o gordinho como abracei todos os outros e fiz contatos importantes pro futuro #QCINB

Carol, valeu pela força!

(e fui aí em cima tentar encontrar onde raios a Rani tinha aparecido pra você comentar dela...)

Luísa Borges disse...

Que bom Ibirá,ta ficando importante,vai que la na Índia eles falam de vc,ai a Konkona vem pessoalmente falar com vc kkkk #viajei kkkkk