sexta-feira, 23 de janeiro de 2009

Amitabh Bachchan - अमिताभ बच्चन - Segunda Parte

Então, finalmente, vamos continuar a nossa postagem sobre Amitabh Bachchan, o imperador de Bollywood. Nesse meio tempo acabou havendo as polêmicas de Slumdog Millionaire e depois a estreia da novela Caminho das Índias e essa continuação acabou ficando pra trás! A primeira postagem sobre está aqui.

Mas agora prosseguimos. A última postagem encerrou dizendo que, ao fazer Sholay, que é até hoje um dos melhores filmes de todos os tempos, Amitabh efetivamente se consagrou.

Em 1979, pela primeira vez, Amitabh foi escalado para ele mesmo cantar no filme Mr. Natwarlal, no qual ele estrelou ao lado da atriz Rekha. Para quem ainda não sabe, nas cenas de música do cinema indiano não são os próprios atores que cantam, mas cantores profissionais que gravam o playback e depois os atores encenam. Mas dessa vez Amitabh cantou. E parece que cantou tão bem que foi indicado pelo Filmfare Awards tanto para melhor ator quanto para melhor cantor de playback. E ele estava tão em alta que no mesmo ano foi indicado como melhor ator também pelo filme Kaala Patthar.

Mas em 1982, porém, Amitabh sofreu um sério revés durante as filmagens do filme Coolie. Em uma cena específica, ele deveria cair sobre uma mesa, mas acabou batendo com força na quina, perfurando seu abdome. O ferimento foi tão grave que ele ficou meses no hospital entre a vida e a morte. Enquanto isso, sua já consolidada legião de fãs fez todos os tipos de oferendas para todos os tipos de deuses e em todos os tipos de templos, além de vigília contínua em frente ao hospital em que ele estava. Amitabh acabou recuperando-se e pode concluir o filme, que foi lançado em 1983. E lógico, após tudo que se passou, o diretor do filme acabou mudando o final, em que Amitabh seria assassinado, permitindo então que ele vivesse, e assim o filme foi o maior sucesso do ano.

No entanto, outro revés o pegou na contramão. Uma fraqueza súbita em seus músculos apareceu e foi diagnosticada a Miastenia Grave. Amitabh ficou profundamente abalado e pessimista, a ponto de abandonar o mundo do cinema. A cada filme que era lançado ele dizia que o filme fracassaria.

Nesse momento, Amitabh recebeu apoio de seu amigo Rajiv Gandhi, na época governador do estado de Uttar Pradesh, filho da ex-primeira ministra Indira Gandhi, que o incentivou a entrar na política. Foi assim que, em 1984, ele conseguiu uma vaga no parlamento indiano, na cadeira de Allahabad, sua cidade natal, sendo eleito por quase 70% dos votos. No entanto, outro revés o esperava. Amitabh renunciaria a seu cargo no parlamento indiano, três anos depois, após o escândalo de Bofors, considerado até hoje o maior caso de corrupção já descoberto na Índia, vir à tona envolvendo Rajiv Gandhi. Embora Amitabh tenha sido investigado, acabou sendo inocentado. Após esse caso, ele ainda tentou permanecer na política apoiando um outro partido de um outro amigo seu. Mas de novo encontrou reveses, dessa vez por parte de algumas mídias impressas que insistiam em encontrar ilegalidades em seus atos.

Após tanto fracasso e uma década de 80 praticamente perdida, Amitabh resolveu aceitar o convite de voltar pra Bollywood e fez, em 1988, o filme Shahenshah. Por marcar seu retorno, o filme foi o maior sucesso. Acontece que o mundo já era outro e seu público já tinha também encontrado outros heróis. Os filmes seguintes todos fracassaram. De 1992 a 1997 ele ficou quase sem fazer filmes, e aproveitou o tempo para criar sua produtora, a Amitabh Bachchan Corporation Ltd. (ABCL). Sua ideia era atingir a marca de faturamento em 250 milhões de dólares até o ano 2000. A estratégia seria abarcar todo o setor de entretenimento indiano, explorando publicidade, comercialização de produtos e imagem das celebridades.

Mas, como o destino anda lado a lado com Amitabh, em menos de dois anos a empresa entrou em falência após sucessivos fracassos, a ponto de, em 1999, a Suprema Corte de Mumbai confiscar uma de suas mansões e dois flats enquanto uma de suas dívidas não eram quitadas.

Mas finalmente o novo milênio trouxe a Amitabh novas perspectivas. No ano 2000 chegou à Índia a adaptação do programa de televisão Who Wants to Be a Millionaire? (O "Show do Milhão"), no qual Amitabh tornou-se o apresentador. Como em todos os lugares do mundo, o programa tornou-se sucesso garantido e conseguiu trazer Amitabh para a popularidade novamente, após duas décadas de fiascos. Aliás, no próprio ano 2000, ele apareceu no filme Mohabbatein, de Aditya Chopra, que foi o maior sucesso.


Após esse filme, daí veio Aks (2001), Aankhen (2002), Khakee (2004), Dev (2004) e Black (2005). Com todo esse sucesso, imediatamente começou a aparecer em comerciais de televisão. Em seguida veio Bunty Aur Babli (2005), Sarkar (2006) e Kabhi Alvida Na Kehna (2006), todos sucessos. Em 2007 fez seu primeiro filme falado em inglês, The Last Lear, recebido pela crítica como o melhor papel de Amitabh desde o filme Black. Neste momento, ele faz seu primeiro filme internacional, de Mira Nair, que se chamará Shantaram e terá Johnny Depp como protagonista.

É claro que, em todo esse meio tempo da reconquista de sua fama e sucesso, ele passou por diversas complicações que, por um lado, envolve ciúme de pessoas que não aceitam seu sucesso, mas por outro, envolve sua personalidade e passado um tanto complexos. Amitabh é uma pessoa assustada, isso é um fato. Durante os atentados de Mumbai, no ano passado, ele chegou a declarar que estava dormindo com uma pistola debaixo do travesseiro. Na mesma época, envolveu-se numa confusão no aeroporto de Mumbai, pois o detector de metais indicou algo nele que - supresa! - descobriu-se ser esta mesma pistola. E detalhe: ele ia de avião de Mumbai a Pune, cidades distantes 160km... também agora, neste exato momento, o próprio também fez parte de uma polêmica com o filme Slumdog Millionaire, conforme já expus em uma postagem (veja a polêmica aqui).

Enfim, ao menos seu filho, Abhsishek Bachchan, e sua nora, Aishwarya Rai, parecem ser pessoas com a mente mais tranquila.

3 comentários:

Tábata Polo Picolo disse...

Olá! Achei legal ter colocado uma biografia do Amitabh. Ele é um vencedor, gosto muito dele e dos trabalhos que ele faz. Tive a oportunidade de ve-lo de pertinho lá na India. Me pareceu ser bem simpático.

sheila alvarenga gogoi disse...

Me desculpe o comentário indiscreto, mas esse Amitabh tem um jeito de bicha entojada...

Profª Sandra Bose disse...

Este ator nao me desce goela abaixo. Machista, ele proibiu a esposa de atuar em filmes apos o casamento (ela tb era atriz), e a colocou forcadamente na politica. Todos os anos ele vai parar na policia por diversos motivos sendo que o mais comum eh sonegacao de impostos. Vergonhoso!!