segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

Caminho das Índias - Músicas Beedi Jalaile, Main Vari Vari e Azeem-o-Shaan Shahensha




Hoje, aproveitando a estreia de Caminho das Índias, passo pra você o nome das músicas que pelo menos eu pude captar... mas não pensem vocês que eu irei tornar-me correspondente oficial das músicas da novela! Só nesses primeiros dias falarei das músicas, mas daí a internet poderá oferecer-lhes todo o resto de informações que vocês precisam!

Aliás, já vi ao menos dois outros blogs que copiaram integralmente a minha postagem sobre a música Kajra Re que, diga-se de passagem, não disse em momento algum que ela era música tema da abertura da novela. Eu dizia que era a música da chamada na TV. E eis que esses blogs que me copiaram - e ainda outros - apresentaram a música como sendo da abertura da novela. E - surpresa -, não é a música da abertura! Mas deixa esses blogs pra lá. Também não colocarei aqui o símbolo de "copyright" protegendo o que for de "minha autoria", porque também não acredito nisso.

Bom, então aproveito pra dizer que, na minha opinião, bem que a música da abertura poderia mesmo ser Kajra Re, que seria mais legal. Ou então, se eles colocassem a música que colocaram na cena em que aparece o Bahuan já grandinho, também seria mais interessante. Confesso que me decepcionei. Mas acredito que muitos tenham gostado. E vamos ao que interessa! A música tema da abertura da novela Caminho das Índias chama-se Beedi Jalaile, e vem do filme Omkara (2006), de Vishal Bharadwaj, com Ajay Devgan, Kareena Kapoor e Saif Ali Khan. Apenas por curiosidade, mas essa palavra "omkara", significa "o que faz OM", ou "fazer OM", o som sagrado do hinduísmo e budismo. Esse filme é, de certa maneira, uma adpatação de Otelo, de Shakespeare. O filme ganhou uma série de prêmios nos principais festivais de cinema da Índia. Assista ao clipe original da música e veja a letra em hindi e traduzida para o português logo depois:




Beedi Jalaile

Na gilaaf, Na lehaaf
Na gilaaf, Na lehaaf thandi hawa ke khilaaf sasuri - 2
Não há fronha nem lençol na minha cama e o vento está frio.

O itni sardi hai kisika lehaaf lehi leh
Onde posso encontrar um lençol pra me cobrir?

O jaa padosi ke chuleh se aag lehi leh
Vá pro seu vizinho pra se esquentar

Bedi chalayi leh jigar se piya
Jigar maabadi aag hai - 2x
Por que você não acende seu cigarro com o calor do meu coração?

Wadaa nikari o lab se piya aah aa
Wadaa nikari o lab se piya jeh duniya badi dhank hai
Haan bedi chalayi leh jigar se piya
Jigar maabadi aag hai
Não deixe nenhuma promessa passar por seus lábios, meu querido, esse mundo é muito incerto.

Na gilaaf, Na lehaaf thandi hawa ke khilaaf sasuri
O itni sardi hai kisika lehaaf lehi leh
O jaa padosi ke chule se aag lehi leh
O jaa padosi ke chule se aag lehi leh

Na kasoor, Na fatoor
Na kasoor, Na fatoor bina juraam ke hajoor maar gaye
O maar gaye
Não cometi nenhum crime, então porque você quer me matar?

O aise ik din duphari bula liyo re
Bandh ghungroo kacheri lagaliyo re
Bula liyo re, Bula liyo re dupehri
Num desses dias me chame à tarde, eu irei aniamr seu escritório com o som da minha tornozeleira

lagayilo re, lagayilo re kacheri

Angeethi chadayi leh jigar se piya
Jigar maabadi aag hai
Bedi chalayi leh jigar se piya
Jigar maabadi aag hai

(Ho na toh chakuon ki dhaar
Ho na tan raati na kataar) - 2
Aisa kaate ke daat ganisaar chod de
Yeh katayi toh koi bhi kisaan chod de
O aise chalim ka chod de makaan jod de re bilo
Chalim ka chod de makaan jod de
Aise chalim ka, O aise chalim ka
Aise chalim ka chod de makaan jod de
Por você, eu abandonarei tudo: minha casa, pararei de fumar, um fazendeiro deixaria sua colheita

Na bulaya
Na bataya
Na bulaya, Na bataya maane neend se jagaya hai re
Aise chonkele haath mein naseeb aa gaya
Woh ilaychi khilayike kareeb aa gaya
Koyila jalayi leh jigar se piya
Jigar maa, aag hai
Você me acordou sem nehuma razão
Eu, de repente, me senti sortuda quando você respirou forte veio perto de mim

Itni sardi hai kisika lehaf lehi leh
O jaa padosi, O jaa padosi, Jaa jaa padosi
O jaa padosi ke chule se aag lehi leh

E já que falei da música em que aparece Bahuan grandinho, ela se chama
Azeem-o-Shaan Shahensha (Oh, Grande e Glorioso Imperador), e é do recente filme Jodhaa Akbar, de Ashutosh Gowariker (este filme, aliás, esteve aqui na Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, em 2008). Eu gosto particularmente desse filme, estrelado por Hrithik Roshan e Aishwarya Rai, especialmente por contar um pouco da história real do imperador Akbar, que construiu Fatehpur Sikri, uma das construções que mais gostei da Índia. A letra da música é simples e fica se repetindo, dizendo glórias ao imperador e ao futuro da Índia etc etc. Confira a cena completa dessa música no filme:



Azeem-o-Shaan Shahensha

Azeem o shan shahenshah
Oh grande e glorioso imperador
Farma ravaa
Você é a autoridade
Hamesha hamesha salaamat rahe
Que você esteja sempre a salvo e seguro
Tera ho kya bayan, tu shaan e Hindustan
Como te elogiamos, você é o orgulho do Hindustão
Hindustan teri jaan tu jaan e Hindustan
Hindustão é sua vida, e você é a alma do hindustão

Marhaba O Marhaba
Bem vindo, imperador, bem vindo

Sab nagran ma, Har aangan ma
Em cada cidade, em cada território
Prem hai tumra, Har har mann ma
Seu amor existe em cada coração
Daya jo tumri, Mahabali hai
É uma bênção, oh imperador
Des mein sukh ki Pavan chali hai
Que a briza da alegria sopra pelo país

Jhan jana jananna….

Marhaba O marhaba
Bem vindo, imperador, bem vindo

Azeem o shan shahenshah, Marhaba
Oh grande e glorioso imperador
Deta hai har dil yehi gawahi
Cada coração é testemunho
Dilwale hai dil-e-lahi
Que nosso imperador tem um coração poderoso
Jao kahin bhi niklo jidhar se
Não importa onde você vá
Galiyo galiyo sona barse
Todos os caminhos estão regados a ouro

Jhan jhanan nana………..

Marhaba Ho Marhaba
Bem vindo, imperador, bem vindo

Azeem o shan shahenshah
Oh grande e glorioso imperador
Tera mazhab hai jo mohabbat
Sua religião é amor
Kitne dilo par teri hukumat
Suas leis reinam por muitos corações
Jitna kahe hum utna kam hain
Não importa quanto elogiamos, ainda é pouco
Tehzeebo ka tu sangam hai
Você é o unificador de todas as culturas

Azeem o shan shahenshah
Oh grande e glorioso imperador
Farma ravaa
Você é a autoridade
Hamesha hamesha salaamat rahe
Que você esteja sempre a salvo e seguro
Tera ho kya bayan, tu shaan e Hindustan
Como elogiamos, você é o orgulho do Hindustão
Hindustan teri jaan tu jaan e Hindustan
O Hindustão é sua vida, você é a alma do Hindustão

Marhaba O Marhaba
Bem vindo, imperador, bem vindo

Depois dessa música, na novela, outra música indiana que tocou - e de novo não pude identificar - foi da cena da menininha dançando. Aliás, e como dançou! As danças indianas são muito difíceis, porque são muito complexas e cheias de significados, mas essa menininha deu um verdadeiro show. Quem descobrir qual é, por favor me diga!

Em seguida tocou Kajra Re, que vocês já conhecem. Por fim, tocou a música que será tema de Bahuan e Maya, conforme já adiantou a Gloria Perez em seu blog. A música chama-se Main Vari Vari e é do filme Mangal Pandey (2005), de Ketan Mehta, e estrelado por Aamir Khan e Rani Mukerji. O filme conta a história também real do soldado Mangal Pandey, que liderou uma rebelião na Índia, em 1857, que é tida como a primeira guerra de independência da Índia, contra o Reino Unido. Mas a cena da música se passa num prostíbulo de luxo e a música é cantada por uma prostituta (interpretada por Rani Mukherji), que fica repetindo, dentre outras coisas, "sou escrava do seu charme". Aliás, não havia dito antes por puro esquecimento, mas a cena de Kajra Re também é num prostíbulo de luxo e a Aishwarya é uma das prostitutas que canta. Tanto que os dois clipes são até meio parecidos. Confira:



A pedidos, achei uma tradução razoável em inglês dessa música e coloco aqui pra vocês, em hindi e português (retraduzi do inglês para o português):

Main Vari Vari

Tumhari adao pe main vari vari - 8
Sou escrava do seu charme
Har ek baat hain jaise - 2
Sua fala é como um suave punhal
Meethi karaari

Tumhari adao pe main vari vari - 2

Chalate ho jo naino ke baan tikhe

Você manda flechas incisivas por seus olhos
Nishaana tumh aaisa kaha se ho sikhe
Onde você aprendeu a fazer isso?
Ke dil mein kasak ho magar pyari pyari
Isso provoca uma dor doce em meu coração
Tumhari adao pe main vari vari - 2

Kabhi ek chaman tha main jisko kali thi

Eu já fui um mero inseto no jardim
Ke phoolon ke sejo pe hi palegi
Já fiquei em uma cama de flor
Na bechain din thein na betaab raatein
Não havia dias e noites de ansiedade
Na tumse mili thi main tab hi bhali thi
Eu poderia estar melhor se não tivesse te encontrado
Badi mehangi mujhko padi tumse yaari - 2
Esse caso com você me custou caro

Tumhari adaao pe main vari vari - 2
Har ek baat hain jaise meethi karaari
Tumhari adao pe main vari vari - 3
Main vari vari - 3
Chalate ho jo naino ke baan tikhe
Nishaana tum aaisa kaha se ho sikhe
Ke dil mein kasak ho magar pyari pyari

Main vaari vaari - 10
Tumhari adao pe main vaari vaari


Bom, já falei muito por hoje. Abaixo vão os links pra download dessas três músicas:

Beedi Jalaile:
Cantada
; Música sem a letra.

Main Vari Vari
(clique com o botão direito no link de download e mande salvar; não clique com o botão esquerdo!)

ATUALIZAÇÃO: Clique aqui e confira todas as outras postagens sobre as músicas da novela Caminho das Índias.

25 comentários:

sheila alvarenga gogoi disse...

Ibirá:

É impressão minha ou a música folclórica do festival de elefantes, na hora q aparece Maya dançando, é igualzinha "Mercy Streets", do Peter Gabriel (era tema de abertura da minissérie "sorriso do lagarto" ) ? Será q Peter Gabriel andou pegando músicas do Rajastão?

sheila alvarenga gogoi disse...

Ih Ibirá, agora q fui ver q a musica a que eu tava me referindo é "Azeem-o-Shaan-Shahensha" !

Veja a música de Peter Gabriel e me diga se não rola um plagiozinho:

http://www.youtube.com/watch?v=eggpM0j-uvE

Ibirá Machado disse...

Ah, Sheila, não achei parecida não! Azeem-o-Shaan Shahensha é uma música muito mais forte e ritmada. Dequalquer maneira, também não vou dizer que Peter Gabriel não tenha tido inspirações externas. Porque também, se teve, isso é muito válido! Na minha opinião, um bom músico é aquele que tem a sensibilidade de agregar em si o que o mundo cria, o que não é nada fácil!

Luiz लुइज़ disse...

Putz eu só identifiquei a Azeem-o-Shaan Shahensha, que por sinal eu adoro e fiquei animado ao ver tocar no começo do episódio (se bem que deu dó o festivalzinho mixuruca que a globo fez perto da cena magnífica em que o povo glorifica Akbar cantando Azeem-o-Shaan Shahensha, hahaha). To curioso com a música da abertura, achei divertida, apesar da novela, como eu bem imaginava, ter me parecido um lixo.

Tábata Polo Picolo disse...

Beleza... se a unica condição para eu acompanhar o blog é dar sugestões to dentro!!!
Bom, eu gostei do primeiro capítulo da novela ontem e também gostei da musica de abertura, achei divertida e ainda não conhecia. A Juliana Paes interpretou muito bem as atrizes indianas, com aquele charminho.. olhares tímidos e tudo mais.
Quanto a música Main Vari Vari para o casal achei ótima! Eu também já conhecia ela da época que eu estava lá, mas não tive a oportunidade de assistir o filme.
Se não for pedir muito, queria a letra da música, e se não quiser postar no blog, pode me mandar por e-mail por favor?
Abraços..

Luiz लुइज़ disse...

Ibirá, vi ontem que o casal Bachchan está participando de uma filmagem do épico Ramayana, oculta a sete chaves nas florestas de Kerala. Tem alguma notícia sobre isso? fiquei bem ansioso pra saber como vai ser. Acho que filmes sobre épicos renderiam um bom post hein, fica aí a dica (se é que vc já nao fez posts sobre tal)? Confesso que só assisti o antigo Mahabharata do Peter Brook. Abç

Ibirá Machado disse...

Nossa, Luiz, não sabia disso!!! Mas o mais engraçado é que acabo de ler um resumo do Ramayana e fiquei pensando quando que eles fariam uma nova versão cinematográfica. Digo nova porque existe uma super antiga, mas que os indianos simplesmente adoram e vira e mexe tá passando na TV por lá. Foi uma série, na verdade, acho eu. Mas agora que você me diz isso, tendo então, supostamente, Aishwarya no papel de Sita e Abhishek no papel de Ram!! Mas já pensou uma super produção a la Senhor dos Anéis desse épico? Acho que seria fantástico. Esse Mahabharata antigo eu já vi também, eu tenho, aliás...

Vou procurar saber mais sobre o Ramayana com o casal Bachchan e publicarei. Mas isso se eu antes encontrar as sete chaves escondidas!!

Lígia disse...

um sucesso esse blog! :P Mas eu não vi a novela ainda... Como disse meu pai "pela primeira vez vc vai comprar um cd de novela!" hahaha a trilha sonora deve mesmo ser mto boa

tabata disse...

Ibirá, tem mais uma música que tocou no primeiro capítulo da novela, ela já deve existir a alguns anos porque eu me lembro dela na India, mas não sei quem canta e nem em qual filme tocou. É uma mulher, de voz forte.. canta alguma coisa com "Sajna". Vou tentar descobrir mais alguma coisa. Acho ela linda!

Ibirá Machado disse...

Oi Tabata, descubra mais informações pra mim, please! Você se lembra em que cena tocou essa música?

Veja no YouTube, escreve "sajna" e veja as músicas que aparece. Eu ouvi algumas ali, pra ver se lembrava da novela, mas não consegui identificar nada......

sheila alvarenga gogoi disse...

Vá pro seu vizinho pra se esquentar

Por que você não acende seu cigarro com o calor do meu coração?

*** gente, que letra mais tosca hahahahahah! Mas,enfim, dá pra perceber que é uma música despretensiosa, pra dançar mesmo ;)

sheila alvarenga gogoi disse...

Aha!Em compensação Main Vari Vari foi composta pelo A. R. Rahman !!! Por isso que é tão maravilhosa!

Dança Indiana disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ibirá Machado disse...

Querida dançarina,

Muito obrigado por passar o link da música! Ainda estava sem saber qual era!

E quanto às danças, eu acho apenas que a gente tem que entender o contexto pra elogiar ou não. Como não estamos falando de um espetáculo de dança indiana onde fomos assistir dançarinas especilistas naquilo, então não posso em momento algum julgar e esperar algo melhor que aquilo que está na novela. Poxa, uma dança indiana - seja ela qual for - é sempre muito complexa e demanda anos pra que fique até mesmo "aceitável". Eu discordo que a professora contratada esteja fazendo um péssimo trabalho, acho apenas que ela está fazendo o possível pra uma coisa que NÃO É PRIORIDADE, certo? E a menininha pegou muito bem o que poderia pegar, mas quando disse que ela era a perfeição em pessoa?

E é óbvio que a interpretação dos atores não está compatível com o "ser indiano". Quanto tempo eles passaram na Índia pra captar isso? Não passaram nada de tempo suficiente pra nada! E de novo, novela não é filme, onde a qualidade desse tipo de coisa deve ser primordial, então, mais uma vez, não podemos julgar assim. Meu Deus, uma pessoa pode viver uma vida em qualquer país e não necessariamente conseguirá captar a essência daquele país!

Até hoje, por exemplo, nenhum ator fez Gandhi tão fielmente quanto fez Ben Kingsley, que é britânico. Nem sequer um ator indiano fez melhor. Tudo é muito relativo...

Om Shanti om

Anônimo disse...

Querido Ibirá

Desculpe se meu comentário não tão positivo sobre a dança na novela e a interpretação de alguns atores nao lhe agradou.

A novela no geral é excelente, os atores sao otimos. Acho tambem que nao vai influenciar em nada o fato dos atores saberem dançar ou nao, e se o jeito indiano de ser nao for incorporado na interpretacao.
A novela vai ser um sucesso de qualquer maneira!

Meu comentario é somente uma observacao isolada e fora de um contexto maior e objetivo da novela.

Continuo achando que a professora nao está fazendo um bom trabalho nao, principalmente porque ela so tem que passar o basico de passos de bhangra e bollywood, que nao sao dancas dificeis de aprender e nao requerem anos de aprendizado como as dancas classicas que sao complexas e que realmente demandam anos de estudo pra que se comece a dançar aceitavelmente. Entao nesse ponto eu discordo de voce. A professora teve tres meses pra ensinar o basico, tempo que é suficiente, e no meu ponto de vista nao fez um bom trabalho.

Agora dentro de um contexto que a danca é somente um atrativo a mais, tudo está lindo e muito bonito de assistir!!!

Sobre os atores, meu comentario é novamente um detalhe que nao afetara em nada a historia da novela, mas eu esperava mais nao deles e sim da pessoa que cuida de detalhes como os gestos, sotaques, tradicoes e maneira de falar.

Enfim, nao julguei e sim fiz somente um comentario, de um ponto de vista meu. Em novela tudo é valido e aceitável, e foi fantastica a iniciativa da Gloria Perez de mostrar para o publico brasileiro um pouco dos encantos e belezas da India, que é um país lindo.

E a proposito tenho que parabeniza-lo pelo seu blog que é muito bom e com informaçoes de qualidade!

um abraço,
Fernanda

Ibirá Machado disse...

Olá Fernanda, fiquei muito feliz de receber a sua contrarresposta (ai, com esse acordo, será que é assim mesmo que escreve?). Confesso que pensei que ela não viria, como é o normal de acontecer.

Mas ela veio e veio de maneira muito positiva. Tenho apenas que agradecer. Eu entendo o que você quer dizer e você tem razão. Eu mesmo me decepcionei também com essas questões que você levantou, a ponto de pensar que se eu estivesse na coordenação desses detalhes eu teria feito um trabalho melhor. Mas o fato é que eu resolvi relativizar e não julgar tanto, porque novela tem uma maratona imensa de gravações pra gerar uma hora diária durante alguns meses. Então o ponto é que realmente não sei qual é a disponibilidade que existe na construção de uma novela de garantir que os detalhes sejam vistos e corrigidos a fundo. Mas você tem toda razão, o "ser indiano" deixa muito a desejar.

Bom, e muito obrigado por elogiar este blog! E reitero que é com a contribuição de pessoas como você que ele fica cada vez melhor!

Om Shanti

Ibirá

Anônimo disse...

Ibirá, caso ainda nao tenha ai vai mais um link da musica que vc ainda nao postou.
Chameli - Sajna ve Sajna
http://www.youtube.com/watch?v=Gceorff1Sb4

;) Fernanda

Luana disse...

Sera que alguém pode me ajudar a encontrar o nome dessa musica que esta na novela caminho das indias,

http://www.youtube.com/watch?v=CYXf6CJPOFE

quando está no 7:50 minutos

Ibirá Machado disse...

Olá Luana, essa música é a Salaam-e-Ishq, do filme de mesmo nome. Veja a postagem que fiz especificamente dessa música no dia 28 de janeiro.

Om Shanti

andre disse...

gostei da iniciativa de se falar sobre cinema indiano, embora eu conheça pouco. Só vi Lagaan e Jodhaa Akbar na Mostra Internacional de Cinema de SP. Apesar da interpretação afetada que deixava o público cair na gargalhada, o enredo simples, a duração looonga pelo excesso de musicais, acho que o cinema indiano tem lá suas qualidades (devo ainda descobrir quais). Não sei se pelo aspecto alegre e colorido, ou pelas musicas mesmo. Mas saí de cinema feliz, apesar de que a grande produção ainda deixar muito a desejar, comparando com o cinema chines por exemplo (mestres na coreografia, nas locações, etc). Parabens pelo blog.

Anônimo disse...

Segue link p/ baixar a música Sajna ve sajna. Testado e aprovado: Sem vírus! http://www.4shared.com/file/16068004/b319ae87/Chameli_-_Sajna_Ve_Sajna.html?s=1

Valeu.

Ibirá Machado disse...

Anônimo, muito obrigado por passar o link, mas a já tinha feito uma postagem exclusiva sobre a música Sajna ve Sajna em janeiro, incluindo esse mesmo link! Confira!

nanda salima disse...

OI sou nova por aki,e sempre gostei de filmes indianos,não tenho muita experiencia...mas adorei o seu blog e as dicas que vc dah...meus parebens...
fiz aulas de dança indiana e sei como eh dificil!!!e vou confessar que meu sonho eh usar um sari...

FRIZERO disse...

Acabo de receber o DVD triplo de "Jodhaa Akbar", direto pela Amazon.com.

O filme é maravilhoso, um épico de dar inveja a muitas produções hollywoodianas, sobretudo pela interpretação impecável e emocionante do casal de protagonistas.

Mais uma vez me pergunto: por que produções como estas não chegam ao grande circuito de cinema no Brasil? E eu mesmo respondo: porque o que rege o mercado cinematográfico (e o fonográfico, e o editorial) não é a qualidade, mas o simples fato de as grandes distribuidoras serem TODAS norte-americanas... Não me venham falar que é questão de barreiras linguísticas, pois o Brasil é o país da América Latina onde menos se fala o inglês (pesquisa realizada entre executivos de dez países)...

Ibirá Machado disse...

É isso mesmo, a resposta é essa, o domínio dos distribuidores estadunidenses. É uma pena.